14 de nov de 2009

Piadinhas toscas de sábado

A loira arranjou um emprego de manobrista num restaurante. Logo, chega o primeiro cliente para retirar o carro:
- O Celta preto - diz ele, entregando-lhe o tíquete.
- É mesmo! Acho que vai chover!

_______________________________________________________________

Frajola oferece um baseado pro PiuPiu.
Ele dá um tapa, e diz:
-Não estou sentindo nada....
O Frajola diz pra ele dar outro pega.
- Não estou sentindo nada...
Três, quatro, e ele dizendo a mesma coisa.
No quinto ele diz:
- Não estou sentindo nada: não estou sentindo minha asinha, não estou sentindo as perninhas, não estou sentindo meu biquinho...

____________________________________________________________________

Tinham dois bêbados gagos. Um perguntou para o outor:
-E a-aii, voc-cê g-gosta de-e Fofoca?
E o outro:
-N-não, pre-eefi-iro Pin-pinguin.

___________________________________________________________________

Um zarolho passou pelo outro e disse:

-Oi, turma!

__________________________________________________________________
A mãe explica para a filha de sete anos como nascem os bebês:

-O papai pega o pênis, coloca dentro da vagina da mamãe, e depois de nove meses, a mamãe ganha um bebê.

-Tá bom! Mas outro dia eu vi você colocar o pênis do papai dentro da sua boca. . . Quando você faz isso, ganha um bebê também?

-Não, minha filha! Quando eu faço isso, ganho jóias. . . Muitas jóias!

Nenhum comentário:

Postar um comentário